Iniciar um novo grupo Encontrar grupos

LOGIN

×

Encontrar um grupo em que possa estar interessado

  • Assembleia Cidadã Online do Movimento Juntos Podemos

    Assembleia Cidadã Online do Movimento Juntos Podemos

    Plataforma de participação cidadã do Movimento Juntos Podemos

  • Sistemas alimentares locais e circuitos curtos

    Sistemas alimentares locais e circuitos curtos

     

    Comunidade de Prática 

    Sistemas Alimentares Locais e Circuitos Curtos Agroalimentares

    Os Sistemas Agroalimentares Locais (SIAL) consistem num conjunto de atividades agroalimentares, territorialmente organizadas, e com um enfoque próprio na gestão dos recursos locais: são orientados para a produção de produtos cuja qualidade é ligada  originalmente  ao  território;  baseiam-se  nos  ativos  específicos, recursos comuns à disposição dos atores destes sistemas; realizam, frequentemente, uma produção coletiva de bens privados e públicos.Uma forma de organização da comercialização, no âmbito dos SIAL, é a dos Circuitos Curtos Agroalimentares (CCA).

    Esta Comunidade procura recolher propostas acerca das políticas e programas que precisamos desenvolver para a sustentabilidade dos SIAL e para um maior impacto e representatividade dos CCA em Portugal?

     

     

     

  • Sustentabilidade dos Padrões de Produção e Consumo

    Sustentabilidade dos Padrões de Produção e Consumo

    Comunidade Virtual de Prática

    Sustentabilidade dos Padrões de Produção e Consumo

    Comunidade Virtual de Prática orientada para a recolha de propostas relevantes para uma política pública de melhoria da sustentabilidade da produção, transformação, comércio e consumo de alimentos, em Portugal.

    A Organização das Nações Unidas para a Alimentação (FAO) tem vindo a defender o conceito de "Dieta Sustentável". A FAO menciona que as dietas sustentáveis são aquelas que resultam num «baixo impacto ambiental e que contribuem para a segurança alimentar e nutricional e para a vida saudável das gerações presentes e futuras. Dietas sustentáveis são protetoras e respeitadora da biodiversidade e dos ecossistemas, culturalmente aceitáveis e acessíveis».

    Nesta Comunidade de Prática, procuramos recolher propostas de política pública que permitam operacionalizar o conceito de "dieta sustentável" no nosso país, do "campo ao prato", ou seja, da produção ao consumo final. 

     

     

  • Desperdício Alimentar

    Desperdício Alimentar

                                           

     

    Comunidade de Prática

    Desperdício Alimentar

    Esta Comunidade de Prática visa recolher e debater propostas de política públcia que possam diminuir as perdas e o desperdício alimentar. As perdas constituem um resultado “natural” de ineficiências dos sistemas produtivo e industrial, 
    o desperdício são as perdas evitáveis, ocorridas na distribuição e no consumidor final.

    • Quais os instrumentos económicos (ex. taxas, fiscalidade, etc) que podem ser  orientados para diminuir as perdas e o desperdício de alimentos em Portugal? 
    • De que modo uma maior proximidade entre produtor e consumidor pode diminuir perdas e desperdício?
    • Como melhorar a eficiência nas cantinas sociais e cantinas públicas, de modo a reduzir a sua pegada ecológica?
    • Como incentivar os intervenientes na cadeia agroalimentar a desenvolver uma "economia circular", que valorize a reutilização dos desperdícios?

     

     

    Para aceder ao Tutorial das Comunidades de Prática clique aqui.

  • Acesso à Alimentação

    Acesso à Alimentação

                                   

      

     

    Comunidade de Prática

    Acesso à Alimentação

    Portugal assumiu o Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) com a ratificação do Pacto Internacional dos Direitos Económicos, Sociais e Culturais. O  DHAA implica a disponibilidade, acessibilidade, estabilidade, sustentabilidade e adequação de alimentos para todos os cidadãos. Contudo, Portugal não tem uma Lei de Segurança Alimentar e Nutricional (Lei SAN) que regule de que modo o Estado Português deve Respeitar, Proteger e Realizar o acesso à alimentação.

    Esta Comunidade visa recolher propostas para uma Lei SAN.

     

     

  • Comissão COORDENADORA Juntos Podemos

    Comissão COORDENADORA Juntos Podemos

    Comissão COORDENADORA do Movimento Juntos Podemos

  • Nutrição e Saúde ao Longo do Ciclo de Vida

    Nutrição e Saúde ao Longo do Ciclo de Vida

                                      

    Comunidade Virtual de Prática

    Nutrição e Saúde ao Longo do Ciclo de Vida

    O ser humano apresenta preferências e necessidades diferenciadas ao longo da vida, desde a infância até à terceira idade. Há ainda a considerar as necessidades especiais de determinados grupos (ex. mulheres grávidas). Nesta Comunidade de prática pretendemos recolher propostas de integração da nutrição e saúde nas principais etapas da vida: nascituros, infância, adolescência, idade adulta, maternidade, terceira idade. É ainda importante aprofundar diferentes enquadramentos das nossas vidas: alimentação no seio familiar; alimentação escolar; cantinas sociais; cantinas hospitalares; refeições em cantinas empresariais; restauração. 

    Procuramos recolher propostas dirigidas às entidades que gerem os diferentes espaços de alimentação e tutela a saúde nutricional nas várias etapas da vidas.

     

  • Qualidade, Normalização e Certificação dos Alimentos

    Qualidade, Normalização e Certificação dos Alimentos

     

                                         

     

    Comunidade Virtual de Prática

    Qualidade, Normalização e Certificação dos Alimentos

     

    Comunidade Virtual de Prática, no âmbito do projeto Integrar para Alimentar, orientada para a recolha de propostas de melhoria das políticas públicas portuguêsdas na área da Qualidade, Normalização e Certificação de Alimentos.

     

    Para saber mais informações sobre o projeto Integrar para Alimentar visite-nos em www.alimentarsinergias.org.

     

  • Comissão Dinamizadora - JuntosPodemos

    Comissão Dinamizadora - JuntosPodemos

     

    Comissão Dinamizadora - JuntosPodemos

  • Movimento Juntos Podemos - PROPOSTAS

    Movimento Juntos Podemos - PROPOSTAS

    Este grupo pretende acolher, debater, desenvolver e votar propostas.

  • Círculo Plataformas Digitais e Comunicação

    Círculo Plataformas Digitais e Comunicação

    Círculo para a gestão da Comunicação e das Plataformas Electrónicas de discussão e participação cidadã.

  • Grupo de Trabalho Assinaturas - JuntosPodemos

    Grupo de Trabalho Assinaturas - JuntosPodemos

    Grupo de Trabalho Assinaturas - JuntosPodemos

  • Movimento Juntos Podemos - Geral

    Movimento Juntos Podemos - Geral

    Não há democracia com corrupção: queremos transparência e controle democrático no exercício dos cargos políticos e acabar com os seus privilégios, limitando os salários, reforçando as limitações legais às relações entre cargos públicos e interesses privados e incluindo a criação de um “período de nojo” na transição entre cargos públicos e privados; queremos uma auditoria e a suspensão das parcerias público-privadas; exigimos o confisco da propriedade e património como garantia da reposição dos montantes resultantes da evasão fiscal; queremos que se acabe com a prescrição de crimes relacionados com corrupção.

     

  • Grupo de Trabalho Programa - JuntosPodemos

    Grupo de Trabalho Programa - JuntosPodemos

    Grupo de Trabalho Programa - JuntosPodemos

  • MaisDP (Direcção)

    MaisDP (Direcção)

    Grupo para uso pela CEF

  • Testes cooperativa ética portugal

    Testes cooperativa ética portugal

    Alguns testes para perceber se é adequado

  • Monte do Morgado

    Monte do Morgado

    O Morgado (Monte da Luz) é hoje uma propriedade rústica de cerca de 130ha, situada na
    fronteira sudoeste da lavaria da Almina, empresa de exploração mineira situada em Aljustrel.

    Fundamentalmente a partir do ano de 2012 o Morgado comprometeu-se com a proteção e
    regeneração ecológica da paisagem. Os últimos anos têm sido muito férteis em aprendizagem e
    progressiva valorização do solo, da água e de toda a fauna e flora. O rebanho de ovinos foi reduzido
    por forma a permitir o início de um pastoreio holístico (que procura ter em conta o espaço como um
    todo, promovendo ações que façam com que todos os elementos sejam beneficiados, neste caso,
    principalmente as ovelhas, o solo e as pessoas que trabalham no monte) e rotativo. Algumas áreas
    foram vedadas no sentido de permitir a sua regeneração natural e iniciou-se um processo de
    diversificação de actividades no sentido de caminhar para um futuro em que o espaço agrícola do
    Morgado seja cada vez mais visto como um habitat Humano de excelência, em harmonia com
    os ecossistemas naturais (em que realmente se trabalhe com a Natureza).

    Actualmente, o Morgado é um espaço de aprendizagem, é uma Escola que promove um profundo
    respeito pela Terra. Há um compromisso com a melhoria da qualidade holística e energética do solo,
    da água, das árvores, dos alimentos, das plantas e dos animais (cada elemento do espaço é
    valorizado integralmente procurando ter em conta as suas múltiplas dimensões).

  • Compromisso Democrático Eleitoral Legislativas 2015

    Compromisso Democrático Eleitoral Legislativas 2015

    Espaço de participação democrática, livre e fraterna, para interacção socio-política de qualquer cidadã ou cidadão, que, no respeito dos direitos Humanos. consagrados na carta da Nações Unidas e na Constituição da República Portuguesa, queira apresentar, debater e/ou votar, ideias, propostas e programas, com vista ao Progresso Eco-Sustentado de Portugal e ao Melhor Futuro de Vida da Comunidade Portuguesa.

  • Compromisso Democrático Eleitoral legislativas 2015

    Compromisso Democrático Eleitoral legislativas 2015

    Espaço de participação democrática, livre e fraterna, para interacção socio-política de qualquer cidadã ou cidadão, que, no respeito dos direitos Humanos. consagrados na carta da Nações Unidas e na Constituição da República Portuguesa, queira apresentar, debater e/ou votar, ideias, propostas e programas, com vista ao Progresso Eco-Sustentado de Portugal e ao Melhor Futuro de Vida da Comunidade Portuguesa.

  • Grupo de Trabalho Acções - JuntosPodemos

    Grupo de Trabalho Acções - JuntosPodemos

    Grupo de Trabalho Acções - JuntosPodemos

  • (d)Eficientes Indignados

    (d)Eficientes Indignados

    Grupo para a coordenação do Movimento (d)Eficientes Indignados

  • Votações para 1º Encontro Nacional do +DP

    Votações para 1º Encontro Nacional do +DP

    Este grupo incluirá em forma de "Proposals" (Propostas) todas as votações a realizar pelos Participantes remotos no encontro de 25 de janeiro

  • Sustentabilidade Social

    Sustentabilidade Social

     

    Tudo aquilo que define "sustentabilidade", especificamente com o modo de comportamentos sociais diferenciados, são interdependentes em si mesmos, definindo a sua qualidade na articulação do seu conjunto. As atitudes existenciais identificadas onde os fins não justificam sempre os meios sendo o que carateriza a outros a elevação identitária de naturezas, são humanas ou não no que respeita ao humano em si. Podendo assim justificar a sua relação de desenvolvimento como um todo e salvaguardado de prejuízos no espaço e no tempo.

    A aprendizagem da sustentabilidade recorre de uma experiência e na transmissão da sua transformação, onde os obstáculos ou resistências passam a ser regulados por um novo sistema, adaptado numa vertente independente que fortalece um coletivo local a florescido.

    A análise em mais do mesmo contemporâneo ou o abuso que este acarreta com o seu lucro, é por vezes limitado ou limita as vias mais próprias de algo ao não justificado. A sua resolução está numa vertente de sustentabilidade social, onde o respeito e a dignidade rege um conjunto coletivo transparente e visivelmente organizado a nível cultural entrelaçando os seus meios profissionais. O encontro das novas articulações em novos comportamentos são os seus exemplos comprovados e justificados de certa evolução.

    A perspetiva real da sustentabilidade social será sempre de continuidade, atenuando as desigualdades e a inserção a curto prazo no desenvolvimento como exemplo a médio prazo. A partilha natural passa a ser longo prazo no devido retorno e no feedback das gerações seguintes como meios para novos princípios os valores já em si. 

  • Eco-Comunidades na Planície

    Eco-Comunidades na Planície

    Grupo aberto e informal de cidadãos activos na região do Baixo Alentejo.

  • Grupo de teste Airesis

    Grupo de teste Airesis

    Grupo de teste Airesis

  • PROUTugal

    PROUTugal

    PROUTugal é uma organização, sem fins lucrativos, de intervenção sócio-económica, que visa desenvolver e propor soluções para o bem-estar global, individual e colectivo, da sociedade portuguesa, com base nos princípios de PROUT (Teoria da Utilização Progressiva)

  • MetaGoverno Portugal

    MetaGoverno Portugal

    Testes da Associação MetaGoverno Portugal.

  • Grupo de Trabalho Comunicação - JuntosPodemos

    Grupo de Trabalho Comunicação - JuntosPodemos

    Grupo de Trabalho Comunicação - JuntosPodemos

Europe
America
Asia
Africa
Oceania
  • Europe
  • France
  • Hungary
  • Italy
  • Deutschland
  • România
  • España
  • Portugal
  • Greece
  • United Kingdom
  • Ireland
  • Serbia (Cyrillic)
  • Serbia (Latin)
  • Serbo-Croatian
  • Bosnian
  • Montenegrin (Latin)
  • Russia
  • USA
  • Brasil
  • Ecuador
  • Chile
  • Argentina
  • Indonesia
  • 中国
  • South Africa
  • Australia
  • New Zealand
×
Cookies help us deliver our services. By using our services, you agree to our use of cookies. Learn more